Estamos sozinhos no universo?

Essa é uma pergunta que hoje não sabemos responder, mas no passado a resposta era “não”.

Tínhamos irmãos, e não eram extraterrestres, e sim neandertais. Ao contrário da imagem que se construiu, eles eram tão humanos quanto nós, Homo sapiens, porém mais fortes e com o cérebro maior. Sua extinção continua sendo um mistério.

Esse livro conta a história de Wallace Vidal, um jovem bibliotecário que se perdia nas fases da própria vida, mas que por acidente viaja no tempo e é aprisionado por neandertais — no futuro. Agora ele precisa fugir e entender o que causou o colapso da nossa sociedade, ao mesmo tempo em que tenta desesperadamente consertar os erros que cometeu nesse futuro que não compreende. Para isso deverá sobreviver a uma longa jornada, em que precisará da ajuda de todos que encontrar, neandertais ou Sapiens.

Com narrativa fluida e diálogos rápidos, Homo tempus é um romance distópico futurista, que se baseia nos mais recentes estudos paleontológicos. São utilizadas ideias de filósofos contemporâneos e simbolismos primitivos para retratar os ciclos de aprendizado humano que são necessários durante a vida e as consequências de serem ignorados, tanto para o indivíduo quanto para a sociedade.

Homo tempus - O que sobrou do futuro?

REF: EAF142
R$41.87Preço
  • Quantidade de Páginas: 277

    Gênero: Aventura – Ficção - Romance

    Nº de Edição: 1

    Ano de Publicação: 2018

    ISBN: 9788592479923

    Idioma: Portugues

  • F.E. Jacob nasceu no “pré-histórico” 1978, é Engenheiro de Produção pela Universidade Federal de Viçosa e Mestre em Política Econômica pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – IPEA.

    Desde criança, já lia tanto quanto um Neandertal comia, deglutindo qualquer livro, artigo ou revista em quadrinhos que lhe passasse debaixo do nariz, se tornando um adulto superantenado com as questões da sociedade atual.

    Ele se declara um “nerd genérico” viciado em informação, lendo tudo sobre sociedades antigas, economia, física, ciência política, psicologia, biologia e qualquer outra área do conhecimento humano. Estima possuir 3,22% de DNA neandertal, o que talvez explique o seu grande apetite por conhecimento.

    Um dia ao acordar percebeu que a única atividade que lhe daria espaço para usar o conhecimento de tantas áreas diferentes seria a literatura, que sempre esteve ao seu lado como uma companheira paciente e silenciosa aguardando a sua decisão de encarar o desafio de escrever profissionalmente.

    Assim, agora ele estreia no universo literário com o Homo tempus.

© 2016 - Desenvolvido por Éon Design