Renato Galvão

Sou o que se pode chamar de escritor amador.

Um homem que gosta de juntar letras, formar palavras e construir textos que tentam traduzir gestos, olhares, sorrisos. Simplesmente traduzo sentimentos.

Escrevo para pessoas, sobre pessoas, suas palavras e frases, suas lágrimas, seus sorrisos, suas alegrias, suas paixões, seus sofreres, suas felicidades, suas nostalgias.
Enfim, seus sentimentos.

Também escrevo sobre situações e ações do nosso dia-a-dia, protestos e desigualdades sociais.

A grande maioria dos textos que escrevo são frutos observação da vida humana.

Costumo também retratar e até homenagear pessoas que se quer me conhecem que não fazem a menor ideia de minha existência e que figuram ou são a razão de minhas palavras.

Naturalmente aos amigos (as), parentes e tantos outros se incluem nesta procura por palavras observando o ser humano.
Não escrevo sobre mim ou meus sentimentos.

Por incrível que pareça, não consigo me observar, não consigo escrever sobre meus sentimentos ou vida.

Quando tento sou travado, completamente sem inspiração.

Aprendi isso há muito tempo.

inspiração só me vem quando observo as pessoas, quando escuto canções, quando leio, quando vejo, quando respiro a vida e toda a sua expressão.

Por absoluta falta de tempo e coragem, reneguei tais textos registrando-os em cadernos e enclausurando-os numa gaveta ou caixa de papelão guardada num canto qualquer.

A minha profissão, que ainda exerço a correria do dia-a-dia, não me permitia tempo e, ainda não permite, para me dedicar a arte de escrever que gosto tanto e que agora pretendo mostrar.

Por não encarar este meu “talento” e por absoluto e merecido castigo Divino, uma grande parte destes textos se perderam devorados por famintos cupins ou extraviados quando da mudança de endereço de um bairro para outro aqui em minha cidade.

Mas agora pretendo compensar o tempo perdido para mostrar meus trabalhos.

Pois publicar estes textos e submetê-los a apreciação do publico de um modo geral, é muito importante para este que voz escreve.

Contato

Acervo Bibliográfico

© 2016 - Desenvolvido por Éon Design